As mais vistas

COMO FAZER GESTÃO DE TURISMO MUNICIPAL ATRAVÉS DO COMTUR. Série SIMTUR: Parte I – Introdução.

Slide1

 

Os quatro textos desta Série são direcionados àqueles que já são conselheiros e dirigentes, ou que pretendem organizar um Conselho Municipal de Turismo em seu município. Muito mais do que uma questão de sensibilização, fazer gestão turística municipal através do COMTUR é uma questão estratégica e de competitividade. Todos ganham, desde os Empresários ao Secretário Municipal de Turismo. Mas, principalmente, ganha os cidadãos e a sua Cidade.

Em outras palavras, queremos deixar claro de ante mão, que não há hoje outro caminho, senão o de fazer Política Pública Municipal de Turismo pelo e através do COMTUR. Cidades que insistem em ter o Poder Público como o principal motor e protagonista vão seguir patinando e …reclamando…”Temos potencial, mas não vai pra frente…

De forma introdutória, partimos de TRÊS PRINCÍPIOS:

Primeiro. Turismo é uma ATIVIDADE ECONÔMICA QUE OCORRE NO MUNICÍPIO, e objetiva a GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NO MUNICÍPIO. Isto significa, que todas as soluções dos problemas que afligem o desenvolvimento da atividade turística na sua Cidade, deverão ser encontrados na sua própria Cidade. O Estados e a União podem no máximo mostrar boas práticas ou estabelecer condicionantes à captação de recursos. Mas a decisão de seguir é do Município, ou melhor dizendo dos seus Munícipes.

Segundo. Desenvolvimento turístico é COOPERAR PARA COMPETIR. Turismo se faz em Rede e nunca sozinho. Da Agência de Receptivo ao Hoteleiro, da Secretaria de Turismo, passando pelo Restaurante ao Atrativo Turístico. Todos agregam um determinado valor a Cadeia de Valor do Turismo Local. E neste caso, se não contarmos com estas pessoas, empresas e instituições locais, com quem mais iremos contar mesmo? E Terceiro, e vital. O Turismo só acontece se, e somente se: PODER PÚBLICO, TERCEIRO SETOR E EMPRESARIADO tem claro o SEU PAPEL DENTRO DO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO. Atropelos e confusões são mais danosos do que você pensa…

Onde estes entendimentos ganharam força, a instrumentalização das Políticas de Turismo Municipais através do COMTUR, transformaram-se no modus operanti essencial. E em mundo onde o Estado tem sua eficiência & eficácia cada vez mais questionada, nada mais inteligente do que desenvolver Destinos Inteligentes por vias mais democráticas, inclusivas e colaborativas. Certo? Pense nisso.

GESTÃO DE TURISMO MUNICIPAL ATRAVÉS DO COMTUR torna-se real se existe um ambiente Político & Institucional estruturado e organizado. Na mesma medida, em que há uma percepção por parte dos envolvidos com o turismo local, da função e necessidade do próprio COMTUR. Neste sentido, ajustes e decisões devem ser entendidas e tomadas, a fim de estas garantias também sejam reais. Assim, sustentabilidade política e aspectos legais; funções e limites, diálogo com o mercado e outras entidades, são temas que serão abordados de forma absolutamente prática, nos próximos três posts desta série. Na semana que vem, a temática é PARTE II: SUSTENTABILIDADE POLÍTICA E LEGAL do COMTUR.

Não perca! Dúvidas ou sugestão de temas, solicite. O Blog está aqui para isso.

Abr.

Eduardo Mielke é Dr em Turismo e escreve toda semana sobre Gestão & Política de Turismo no Município.

Seja o primeiro a comentar em "COMO FAZER GESTÃO DE TURISMO MUNICIPAL ATRAVÉS DO COMTUR. Série SIMTUR: Parte I – Introdução."

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.

*