As mais vistas

HORTOLÂNDIA

HORTOLÂNDIA Parque Remanso das Águas e Ponte Estaiada ao fundo
Hortolândia, no interior paulista, completa, em maio, seu 24º aniversário e tem muito a comemorar. Com porte de cidade grande, o jovem município se destaca na RMC (Região Metropolitana de Campinas) devido ao seu potencial econômico e consequente desenvolvimento urbano. A transformação pela qual o município passou na última década é visível. Com população estimada em 212.527 habitantes, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Hortolândia avança em todas as áreas: econômica, social e urbana.

Com crescimento econômico de aproximadamente 15% ao ano, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Serviços e Turismo, o PIB (Produto Interno Bruto) registrado em 2014 foi de R$ 8 bilhões. Com mais de 500 indústrias e aproximadamente 2.900 comércios, o índice de desemprego no município é baixo: 2% da PEA (População Economicamente Ativa) está fora do mercado de trabalho. “Esse resultado foi alcançado graças às políticas públicas do município, que consolidaram este círculo virtuoso da economia. Com o incentivo à implantação de indústrias e comércios, aumentam as vagas de trabalho e a renda do trabalhador”, explica o secretário municipal, Dimas Correa Pádua. A renda média do hortolandense é de R$ 3.100,00.

Com salários melhores, a população investe mais em qualidade de vida. Além disso, a oferta de comércios na cidade, como o Shopping Hortolândia, inaugurado em 2011, incentiva o consumo local. Tudo isso é revertido em melhorias urbanas porque parte da produção das empresas e da venda nos comércios retorna ao município em impostos, valor que é empregado em obras e serviços públicos.

“Trabalhamos para construir uma cidade bem planejada, que atenda às necessidades da população, tanto em qualidade de vida quanto em projetos urbanísticos. Desenvolvemos ações que garantam o crescimento ordenado e funcional do município, mas também pensamos em oferecer ao hortolandense uma cidade bonita, um lugar gostoso de viver”, explicou o prefeito Antonio Meira.

CRESCIMENTO ORDENADO

Parte do desenvolvimento registrado em Hortolândia é garantido pelas ações públicas que direcionam a construção de uma cidade mais bonita e bem planejada. Além da oferta de serviços públicos de qualidade, a Administração pensa no futuro e prepara o município para receber mais habitantes. Uma das prioridades são as obras viárias.

Exemplo destes investimentos são as intervenções do programa “Hortolândia mais bonita”, que tem como carro chefe um pacote de obras viárias e de revitalização, que beneficiará toda a cidade, viabilizado com recursos de R$ 50 milhões provenientes do PAC-2 (Programa de Aceleração do Crescimento). O montante servirá, prioritariamente, para melhoria do sistema viário, com a previsão de abertura de novas ruas, construção de rotatórias, pavimentação de trechos, além da revitalização do centro comercial, que ganhará um novo calçadão, com iluminação ornamental e paisagismo.

Outra importante obra realizada pela Prefeitura é a construção da Ponte da Integração, estrutura de 700 metros de extensão do tipo estaiada, com 16,9 metros de largura e 75 metros de altura, que ligará as regiões Leste e Oeste de Hortolândia. A ponte fará parte do traçado do Corredor Metropolitano Noroeste, obra em realização pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) que proporcionará a ligação rodoviária entre seis municípios da região: Americana, Santa Bárbara D’Oeste, Nova Odessa, Sumaré, Hortolândia e Campinas.

Por baixo da Ponte Estaiada um grande reservatório de contenção de enchentes captará a água das chuvas e escoará o volume direto ao Ribeirão Jacuba, curso d’água que corta a cidade.

EMBELEZAMENTO

O município de Hortolândia investe em ações ambientais. A implantação de um Corredor Ecológico e a construção de reservatórios de contenção de enchentes estão entre elas. Para isso, as áreas ao redor de córregos e lagoas são transformadas em parques socioambientais, com equipamentos de lazer e atrativos para que toda a comunidade usufrua do espaço verde. Além disso, a canalização do Ribeirão Jacuba evita áreas de alagamento.

Neste mês de aniversário, o município vai inaugurar o maior complexo de lazer de sua história: o Parque Remanso das Águas, com 172.739 metros quadrados de área aproveitável. Além dos equipamentos de lazer comuns aos demais, o novo parque possui duas quadras esportivas, quiosques diversos, campo de Bocha e Malha, além da lagoa de amortecimento de cheias. “O Parque Remanso das Águas é um lugar muito bom para o lazer da população. É uma área que antes estava inutilizada e a Prefeitura transformou num parque muito bonito, que vale a pena ser visitado”, afirmou o supervisor Gustavo Pereira, de 28 anos.

No maior bairro do município, o Jardim Amanda, a Prefeitura recuperou a área da lagoa já existente, ampliando a capacidade da bacia hidrográfica e implantando um complexo cultural e de lazer no entorno. Há também os parques Irmã Dorothy Stang, Chico Mendes e Creape (Centro de Referência em Educação Ambiental Parque Escola), espaços onde a população conta com pista de caminhada, ciclovia, parquinhos para as crianças, academia ao ar livre e ampla área verde para lazer de toda a família.

Todos estes espaços de conveniência contam com moderno sistema de iluminação, que além de embelezar, colabora para garantir a segurança da comunidade. É o que se vê logo na entrada da cidade, onde visitantes e moradores são recepcionados por um canteiro florido, no acesso pela Rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença (SP-101). À noite, a beleza da principal entrada da idade é ainda maior. Graças à iluminação. “A avenida ficou muito linda depois que colocaram aquelas luzes. Melhorou a visibilidade e a segurança das pessoas que utilizam os pontos de ônibus”, disse a monitora infantil Elma Camila da Silva Prates, de 29 anos.

INCLUSÃO SOCIAL

A humanização das ações e o atendimento às necessidades básicas das famílias, como lazer e habitação, além da oferta de emprego e dos investimentos em infraestrutura urbana, também colaboram para que o hortolandense goste cada vez mais da cidade onde mora.

“A gente vive uma vida toda por um sonho e quando ele se realiza, nem dá para acreditar direito. A Prefeitura realizou meu sonho de ter uma casa e agora a felicidade é enorme”, comemora a funcionária pública Vera Lúcia dos Santos Silva, de 62 anos, contemplada com um dos 1.340 apartamentos construídos na cidade por meio do programa do governo federal Minha Casa Minha Vida.

“Preparamos nossa cidade para o futuro, mas sem esquecer nossa origem de luta por dias melhores e qualidade de vida. Quero que a população sinta orgulho de viver em Hortolândia, de crescer junto com a cidade, que está cada vez melhor”, ressaltou o prefeito Antonio Meira.

Para registrar a história dos hortolandenses, a Prefeitura inaugurou, em 2014, o Centro de Memória “Professor Leovigildo Duarte Junior. O espaço abriga importantes objetos e documentos que recontam o surgimento do município, desde a época em que era apenas uma passagem de tropeiros. O museu fica na antiga Estação Ferroviária, reformada para guardar o acervo. Com a preservação das características originais da construção centenária, a visita ao local leva a uma viagem ao tempo.

“Nossa cidade foi emancipada há pouco tempo, mas já tem muita história sobre nossa gente para contar. É com a força deste povo que construímos o futuro de Hortolândia, que avança sempre forte e unida”, concluiu o prefeito Antonio Meira.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia (SP)

 

Veja também

Seja o primeiro a comentar em "HORTOLÂNDIA"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.

*