Warning: session_start() [function.session-start]: Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/storage/4/5f/ef/site1364998821/public_html/wp-config.php:1) in /home/storage/4/5f/ef/site1364998821/public_html/wp-content/plugins/wcp-contact-form/agp-core/classes/persistence/session/Agp_SessionAbstract.class.php on line 10

Warning: session_start() [function.session-start]: Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/storage/4/5f/ef/site1364998821/public_html/wp-config.php:1) in /home/storage/4/5f/ef/site1364998821/public_html/wp-content/plugins/wcp-contact-form/agp-core/classes/persistence/session/Agp_SessionAbstract.class.php on line 10
QUEM NÃO FAZ POLÍTICA NÃO DECIDE. QUEM DECIDE, FAZ POLÍTICA.

QUEM NÃO FAZ POLÍTICA NÃO DECIDE. QUEM DECIDE, FAZ POLÍTICA.

 Série Gestão de Associações de Turismo.

 

Se você faz parte de qualquer C&VB ou Associação ou Cooperativa de Turismo, não há mais espaço para o  “não quero envolver minha entidade na política da minha Cidade“. Se você pensa assim, já passou da hora de mudar de atitute…Aliás, é justamente dela que está lhe faltando…e muito!!!

Para que você entenda…

Política de Turismo é a definição dos modus operanti acerca do processo decisório acerca dos rumos do que irá acontecer com o Turismo do seu município. Como por exemplo, sobre a Gestão das Ações e Projetos da Secretária de Turismo, as estratégias de Mercado Turístico, competitividade da sua Cidade, calendário de eventos…etc…

COMO FICAR DE FORA DA POLÍTICA??? Lembre-se o Poder Público funciona por demanda e ele não irá se auto-demandar O Estado brasileiro já deu e segue dando provas da sua ineficiência e crescer é obrigação do Secretário de Turismo, não é mesmo?? Pense nisso…e lembre-se ATITUDE!!

No contexto do SIMTUR, é a partir do seu protagonismo do Terceiro Setor que as coisas começarão a andar. Não há outra saída, como comentado na Série COMO FAZER GESTÃO & POLÍTICA ATRAVÉS DO COMTUR. E isto quer dizer:

  1. a) Fazer parte do COMTUR, exigindo que as decisões sejam deliberadas pelo e através dele. Além disso, fazer por ele solicitações e exigências por melhores serviços públicos de atendimento à população, e consequentemente ao turista.
  2. b) Buscar permanentemente o diálogo com o mercado de intermediários, tanto para Eventos – calendário – , bem como para Turismo, olhando para os interesses do seu associado. Lembre-se, de sempre despertar o sentimento de pertencimento deles.
  3. c) Exigir que da secretaria e do Secretário uma postura colaborativa, entendendo seu papel e mostrando a ele que não está sozinho e que as decisões fazem parte.

Se alguma das ações supracitadas a sua entidade já faz, isso é uma boa notícia. Mas se nenhuma delas faz parte das ações/atitudes da sua entidade, começo a me perguntar para que mesmo ela serve? Não deixe sua entidade voltar-se para dentro e para si. No máximo irá continuar a encher o poço das vaidades de seus dirigentes que ali estão como insetos em volta da lâmpada.

Já passou da hora desse processo avançar. Faça a sua parte!

Dúvidas, esclarecimentos? Pergunte-me.

Eduardo Mielke é Dr. em Turismo e escreve toda quinzena sobre Gestão e Política de Turismo no Município.

Be the first to comment on "QUEM NÃO FAZ POLÍTICA NÃO DECIDE. QUEM DECIDE, FAZ POLÍTICA."

Leave a comment

Your email address will not be published.


*