Retratos regionais: otimismo para os próximos seis meses

Apesar da tímida recuperação econômica, os industriais fluminenses estão otimistas para os próximos seis meses. É o que aponta a última edição da série Retratos Regionais – Cenário Econômico, da Firjan, que trouxe resultados do 2º trimestre.

Embora o cenário do primeiro semestre seja melhor que o observado no início do ano passado, a atividade econômica ficou aquém do esperado. Apesar do aumento na produção industrial no estado do Rio de Janeiro e no Brasil como um todo, as incertezas em relação à eleição presidencial e as tensões políticas no mundo afetam as perspectivas para os próximos meses.

No estado do Rio, o cenário é ainda mais desafiador: o resultado positivo fluminense foi puxado, principalmente, pelas exportações, e ainda é concentrado em alguns setores (extração de petróleo, automotivo, refino e metalurgia). A retração do setor de serviços é mais um indicativo de recuperação lenta da atividade, sobretudo no estado do Rio. Neste cenário, a economia fluminense fechou 7 mil vagas no primeiro semestre de 2018 e segue como o estado que mais fechou postos de trabalho nos últimos doze meses.

Dessa forma, a Firjan revisou a projeção do Produto Interno Bruto (PIB) para o país de 2,8% para 1,7% e, para o estado do Rio, de 1,9% para 1,4%, em 2018. “As reformas estruturais, como a tributária e a previdenciária, são essenciais para conter a trajetória ascendente da dívida pública no Brasil e no estado do Rio. Sem elas, a recuperação da economia continuará tímida”, destaca Nayara Freire analista de Estudos Econômicos?da Firjan.

Entre as regiões fluminenses, também podemos observar uma oscilação da atividade econômica. Nas 10 regiões, a produção da indústria seguiu caindo em junho, e a capacidade produtiva ainda está abaixo da média histórica, segundo dados da Sondagem Industrial. A capital e o Leste Fluminense, por exemplo, extinguiram juntas quase 10 mil postos de trabalhos formais nos primeiros seis meses de 2018. Entretanto, a retomada de algumas atividades em 2018, já gera resultados positivos no estado. Metade das regiões tiveram saldo positivo em contratações. São elas: Centro-Norte, Nova Iguaçu e região, Sul, Noroeste e Norte.

“Nas duas regiões do estado que mais abriram vagas, Norte e Centro-Norte, a indústria teve papel fundamental. No Norte, foram mais 2 mil vagas nos setores de Reparação e Manutenção, Máquinas e Materiais Elétricos, e Produtos do Refino de Petróleo. De fato, a retomada do setor de óleo e gás impacta positivamente essa região. No Centro-Norte foram criadas quase 700 vagas de empregos formais, com destaque para Vestuário, Bebidas e Construção”, apontou Julia Pestana, analista de Estudos Econômicos?da Firjan.

Outro indicador positivo é o referente às expectativas dos industriais para os próximos seis meses. A maioria dos empresários da indústria espera aumento da demanda por seus produtos, no mercado interno, e, principalmente, no externo. Centro-Norte e de Nova Iguaçu estão entre as regiões mais otimistas do estado. Entretanto, em relação à investimentos, os industrias fluminenses ainda se mantém céticos. “Para os empresários expandirem sua capacidade produtiva, é necessário um cenário mais consistente. Ou seja, a volta efetiva dos investimentos passa pela recuperação da economia e da situação financeira das empresas”, pondera Julia.

Em sua terceira edição neste ano, os Retratos Regionais – Cenário Econômico trazem uma análise trimestral elaborada pela Firjan, incluindo o panorama da economia fluminense, do Brasil e internacional. As fontes utilizadas são a Sondagem Industrial e o Boletim de Investimentos, ambos da própria Federação, além de estatísticas oficiais dos governos estadual e federal, entre elas os dados do Ministério do Trabalho. As análises são apresentadas por região fluminense, em palestras online, com o objetivo de contribuir para a tomada de decisões.

As apresentações de cada região estão disponíveis no YouTube.

Be the first to comment on "Retratos regionais: otimismo para os próximos seis meses"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*