Warning: session_start() [function.session-start]: Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/storage/4/5f/ef/site1364998821/public_html/wp-config.php:1) in /home/storage/4/5f/ef/site1364998821/public_html/wp-content/plugins/wcp-contact-form/agp-core/classes/persistence/session/Agp_SessionAbstract.class.php on line 10

Warning: session_start() [function.session-start]: Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/storage/4/5f/ef/site1364998821/public_html/wp-config.php:1) in /home/storage/4/5f/ef/site1364998821/public_html/wp-content/plugins/wcp-contact-form/agp-core/classes/persistence/session/Agp_SessionAbstract.class.php on line 10
VOLTA DA CPMF PODE TER UM CUSTO ALTO PARA OS BRASILEIROS

VOLTA DA CPMF PODE TER UM CUSTO ALTO PARA OS BRASILEIROS

Por Diana Gilli

Nesta segunda-feira, 19/10, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, afirmou que a CPMF continua sendo a principal estratégia do governo federal para melhorar a situação fiscal do Brasil. Para ele, a contribuição seria uma medida necessária para recuperar as receitas do governo. “Ela tem um custo, sabemos disso, mas optamos por ela porque é uma medida necessária para 2016, mas também 2017, 2018 e 2019”, afirmou Barbosa. As declarações foram dadas na sede do Instituto Lula, em São Paulo, após encontro com o próprio ex-presidente e líderes do PT.

Ainda que a alíquota inicialmente proposta pelo governo seja de 0,20%, quando a CPMF vigorou entre 1997 e 2007, a alíquota inicial era de 0,25% e foi elevada para 0,38% em 2002. Segundo o jornal Valor Econômico, governadores inclusive já se manifestaram dizendo que aceitam negociar no Congresso a volta da CPMF e sua elevação a 0,38% para que a arrecadação seja compartilhada com estados e municípios.

Em entrevista ao nosso site, o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), Abram Szajman, afirma que a CPMF pode parecer baixa, mas é paga por toda a cadeia produtiva a cada movimentação, por fornecedores, comerciantes e clientes. “O resultado é um tiro no pé, com o encarecimento dos produtos desestimulando ainda mais o consumo e acenando para a manutenção da recessão, com queda na arrecadação de impostos e uma crise em espiral”, explica ele.

“No entanto somos otimistas e acreditamos que ainda dá tempo de corrigir o rumo e aportarmos em um Brasil com economia forte e estável para trabalhadores e empresários. A história mostra que há um caminho para evitar o caos maior: corte de despesas do Governo Federal, adoção da meritocracia na contratação de funcionários públicos, redução da dívida pública, privatização das empresas estatais ineficientes e uma gestão que combata a corrupção de forma efetiva e clara”, conclui.

VEJA TAMBÉM: VOLTA DA CPMF É DISCUTIDA POR PREFEITOS NO RIO GRANDE DO SUL

Veja também

Be the first to comment on "VOLTA DA CPMF PODE TER UM CUSTO ALTO PARA OS BRASILEIROS"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*