Zeca Dirceu

Desespero e falta de ética tomam conta da divulgação do Governo do Estado              

 

 

 

Ao contrário da dura realidade que o Paraná vive atualmente com a falta de obras, presenciamos o esforço contínuo do Governo do Estado para maquiar a realidade e criar a imagem de uma gestão eficiente. O investimento exorbitante em mídia e a apropriação de ações federais têm sido práticas comuns do governo tucano.

Tudo isso, utilizando a pompa de grandes cerimônias comemorativas de entregas de equipamentos, inaugurações e divulgação de recursos do Governo Federal, como se fossem suas iniciativas próprias e exclusivas. Um cenário que beira a verdadeira comédia, se não fosse o drama da população paranaense que tem a sua inteligência menosprezada, com a farsa batendo à porta diariamente.

A lista de apropriações indevidas é vasta. Como exemplo, temos a mudança de nome do programa Minha Casa Minha Vida e a distribuição de tablets aos professores dos colégios estaduais. Porém, a última situação foi a entrega de 40 micro-ônibus às APAEs, como aquisição do Governo do Estado, quando na verdade o investimento foi feito com recursos federais, fruto de um convênio com o Ministério da Educação – MEC.

Se não bastasse a falta de seriedade na divulgação da entrega para as APAEs, ainda encontramos lideranças estaduais do PSDB tentando, erroneamente, atribuir ao Governo Dilma o fim dessas instituições. A própria ministra chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, garantiu aos dirigentes das associações brasileiras, o compromisso do governo com o brilhante trabalho que as entidades desenvolvem em todo o país, com a inclusão social. 

A pulverização de mentiras demonstra que o desespero tomou conta! O que se percebe claramente é a péssima gestão estadual, que resulta na crise nas contas públicas, com a nomeação exagerada de comissionados políticos (crescimento de 283% na criação de cargos), desrespeitando todos os limites estabelecidos pela LRF – Lei de Responsabilidade Fiscal. 

Isso, aliado à falta de investimento na saúde (apenas 9% do orçamento para a área, quando a lei exige que sejam aplicados no mínimo 12%), enquanto o Tribunal de Contas do Paraná aponta um aumento de 668,57% nos gastos em publicidade. Uma conta insana para qualquer governo comprometido mais com as melhorias para a população e menos com promoção própria.

Seja numa tentativa de abafar o caos de uma administração sem obras, tirar do foco da opinião pública  a crise financeira, ou por perceber que no próximo ano haverá uma realista avaliação popular, apontando quem realmente trabalha e quem só divulga ações alheias, o Governo do Estado está extrapolando todos os limites da ética. 

Em breve, o Governo Richa deve pagar caro por todo esse circo de manobras. Afinal, todo mundo sabe a mentira tem pernas curtas. Coisa que os tucanos parecem ter esquecido!

Fonte: Zeca Dirceu

 

 

Veja também

Be the first to comment on "Zeca Dirceu"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*