Fórum de Cidades Digitais do Sul de Minas reúne gestores de 20 municípios em Santa Rita do Sapucaí

Prefeitos e gestores públicos de 20 municípios mineiros participaram, nesta quinta-feira (31), do II Fórum de Cidades Digitais do Sul de Minas, realizado pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura de Santa Rita do Sapucaí, na Incubadora Municipal de Empresas.

Além do município-sede, Extrema, Varginha e Pouso Alegre trouxeram para o encontro informações sobre como estão utilizando a tecnologia para melhorar o atendimento à população. “Não existe outro caminho que faça com que a gente propicie melhor qualidade de vida ao cidadão”, destacou o prefeito de Santa Rita do Sapucaí, Wander Wilson Chaves, ao comentar sobre o projeto Cidade Criativa, Cidade Feliz, que tem como foco unir tecnologia e empreendedorismo à arte e cultura. “O conceito de cidadania é o que a gente tem trabalhado aqui, mas a tecnologia é um vetor absolutamente importante nesse projeto”, avaliou o prefeito.

Mas é no conceito de cidade inteligente que Santa Rita do Sapucaí, conhecida como o Vale da Eletrônica, investe para se tornar referência através do projeto Pilotos IOT, financiado com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A proposta envolve empresas de telefonia e telecomunicações, desenvolvedoras de equipamentos e soluções e validada por uma empresa especializada em auditoria e consultoria.

Segundo o diretor de Ciência, Tecnologia e Infraestrutura, Gustavo Baracat, além de oferecer melhores serviços, a ideia é tornar Santa Rita do Sapucaí referência no país em relação ao uso de tecnologias inovadoras. “O objetivo de Santa Rita como cidade inteligente é redução de custo e uma melhoria na qualidade de vida”, acrescenta Baracat ao enumerar serviços como controle de frota, aplicativos voltados ao turismo, identificação de placas e reconhecimento facial, por exemplo. “Temos uma questão legal a ser tratada, mas a nossa ideia é ter todas as soluções funcionando e ser referência”, ressalta.

O projeto também envolve a comunicação entre câmeras e iluminação pública, com sensores e sistemas inteligentes que podem melhorar a segurança da cidade de 40 mil habitantes. De acordo com o diretor, somente com o sistema de monitoramento atual, composto por 23 câmeras, os índices de criminalidade reduziram em 80%.

prefeitosegovernantes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.