Líderes querem derrubar excludente de ilicitude

Assim como aconteceu com o pacote anticrime de Sérgio Moro, líderes do Congresso estão articulando para derrubar o projeto de lei que cria o excludente de ilicitude para agentes que participarem de operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). O Globo desta segunda-feira, 25, ouviu parlamentares que estão “preocupados” com o PL. Rodrigo Maia não quis se manifestar, mas tem dito para interlocutores que vê um “caráter autoritário” na medida.

Claro que Bolsonaro não gostou nada de ver o Centrão articulando contra uma proposta que atende diretamente parte de sua base eleitoral. O presidente foi ao Twitter reclamar: “A tropa da GLO não é para fazer relações públicas, ela vai para se impor, conter ações terroristas, depredação de bens, queima de ônibus, evitar que inocentes morram, etc”, disse Bolsonaro. “No mais, para enfrentar a esses marginais, é que se faz necessário o excludente de ilicitude.”

Jair M. Bolsonaro

@jairbolsonaro

– Quando um governador pede GLO é porque ele não mais consegue manter a ordem com seus meios.

– A tropa da GLO não é para fazer relações públicas, ela vai para se impor, conter ações terroristas, depredação de bens, queima de ônibus, evitar que inocentes morram, etc.

Ver imagem no Twitter
prefeitosegovernantes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.