Em celebração global, líderes da ONU e Cplp exaltam influência do português

Os líderes das Nações Unidas e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, destacaram este 5 de maio, Dia Mundial da Língua Portuguesa, a relevância do idioma numa realidade marcada pela globalização.

“Um mundo numa língua” foi o pano de fundo da celebração online, que aconteceu um ano após a proclamação da data pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, em Paris. O Dia Mundial da Língua Portuguesa contou ainda com apresentações de celebridades do mundo lusófono. Entre elas estão músicos, escritores, desportistas, cientistas, artistas e outras figuras desses países.

Concentrando o olhar no futuro, o secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou que pontes devem continuar sendo moldadas pelas nações lusófonas com base em valores como solidariedade, multilateralismo e diversidade.

Foi em português que a diretora-geral da Unesco abriu e fechou a sua mensagem ao evento por ocasião da data. Audrey Azoulay lembrou que a celebração ocorre em tempo de pandemia.

A chefe da Unesco destacou que, ainda assim, dentro da agência que lidera a língua portuguesa é conhecida pela criatividade, música, literatura, património, ciência, inovação, tecnologia, solidariedade, mar e oceanos.
Abraços, ainda que virtuais, foram trocados durante participações de vários continentes. As mensagens dos participantes no evento destacavam cooperação, reforço da presença global do idioma, aproximação em momentos de isolamento e mais.

As atividades de comemoração acontecem tanto nível internacional como local nos Estados-membros da Cplp: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné-Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.
Os Estados Unidos estão entre os países que revelaram ter interesse de integrar os observadores associados ao bloco, que incluem Geórgia, Hungria, Japão, República Checa, República Eslovaca, Maurício, Namíbia, Senegal, Turquia e Uruguai.

Os eventos para o primeiro Dia Mundial da Língua Portuguesa foram idealizados pela Cplp, o Instituto Camões e a ONU News em Português com o apoio de outras organizações parceiras

prefeitosegovernantes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.