Oito municípios em cinco estados brasileiros elegem novos prefeitos

Oito municípios em cinco estados brasileiros elegeram novos prefeitos em pleitos suplementares neste domingo, junto com o segundo turno das eleições de 2022. Além da escolha do chefe do executivo municipal, os eleitores também votaram para governador, nos casos de estado que não definiram o vencedor no primeiro turno, e para Presidente da República.

Três cidades gaúchas elegeram seus novos prefeitos e vice: Cachoeirinha, Cerro Grande e Entre Rios do Sul.

Em Cachoeirinha, na Região Metropolitana, o pemedebista Cristian Rosa foi eleito com 51,4 % dos votos. Por ser o presidente da câmara municipal,  é o atual prefeito em exercício. 

Em Cerro Grande, no norte gaúcho, Alvaro Decarli, do PP , foi eleito, com 57,53% % dos votos. 

Em Entre Rios do Sul, no Noroeste, com 2.661 eleitores, houve consenso por chapa única, tendo sido eleito o petista Irson Milani, com mais de 60 por cento dos votos.

No estado de Pernambuco, a cidade de Pesqueira elegeu Bal de Mimoso, do Republicanos, com mais de 65% dos votos.

Em Joaquim Nabuco, Charles Batista, do Solidariedade,  assumirá a Prefeitura com apoio de 53,83%  dos eleitores.

No estado de Santa Catarina, a cidade de Canoinhas elegeu Juliana Maciel, do PSDB,  com 38,37% % dos votos.

Em São Paulo, os eleitores de Pinhalzinho escolheram  Paulo Pereira, do PSDB. Ele recebeu 43,51%  dos votos. 

E em Vilhena, Rondônia, Delegado Flori, do PP,  foi eleito com 63,14% % dos votos.

A eleição suplementar nesses municípios foi  convocada pela Justiça Eleitoral porque os prefeitos eleitos em 2020 tiveram o mandato ou o registro cassado. Os escolhidos vão administrar até 31 de dezembro de 2024, ano em que todos os brasileiros deverão voltar às urnas para escolher Prefeitos e seus vices, além de vereadores.

Da Redação

Início