Estado, município e gestores hospitalares buscam qualificação dos serviços de saúde em Rio Grande

Com objetivo de reavaliar e qualificar a rede hospitalar de Rio Grande e região, a diretora do Departamento de Gestão da Atenção Especializada, da Secretaria da Saúde (SES), Lisiane Fagundes, esteve no município nesta quinta-feira (18), para se reunir com a equipe da Secretaria Municipal da Saúde e direção da Santa Casa do Rio Grande e do Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Júnior, da Universidade Federal do Rio Grande (Furg). “Estamos, em conjunto, definindo quais são as prioridades de serviços hospitalares nessa região, olhando para as necessidades efetivas da população”, disse Lisiane.

A pauta com as duas instituições foi o alinhamento dos contratos de prestação de serviços hospitalares ofertados por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e pagos com recursos estaduais e federais. A Santa Casa do Rio Grande presta atendimento de alta complexidade em traumatologia e ortopedia, cardiologia, neurologia, oncologia e nefrologia, além de ser porta de entrada para urgências e emergências. Além de ofertar cirurgia geral e bucomaxilofacial, maternidade de risco habitual e diversos exames oncológicos, recebe pacientes de diferentes municípios para cada especialidade, sendo referência para até 1,5 milhão de pessoas da região sul do Estado.

“A Santa Casa de Rio Grande passou por algumas fragilidades por um período, mas agora, com a nova gestão e o esforço conjunto, estamos buscando qualificar e retomar o pleno atendimento”, explicou a diretora Lisiane.
O presidente da instituição, Renato Silveira, explicou que a visita da equipe da Secretaria da Saúde é extremamente importante para que a gestão do hospital possa redimensionar os serviços que podem oferecer à população. “A nossa parceria com a SES é muito positiva e permite que a gente avalie nossas possibilidades”, ressaltou o presidente.

WhatsApp Image 2021 11 18 at 11 18 02
Diretora Lisiane Fagundes e direção da Santa Casa de Rio Grande discutiram a oferta de serviços para o município e região – Foto: Divulgação/SES

Para o Hospital Universitário da Furg está sendo discutido um novo contrato, uma vez que o vigente está vencido desde 2018. A instituição tem alta complexidade em traumatologia e ortopedia e oferece serviço de maternidade de alto risco, com importância regional. “Estávamos trabalhando no novo contrato em 2019, mas ficou em segundo plano em consequência da pandemia e a necessidade de lidar com demandas mais urgentes. Agora temos o objetivo de assinar o novo documento até o fim de 2021”, disse Lisiane.

“A visita foi positiva para o nosso hospital. Vejo como importante esta aproximação com a secretaria. Há expectativa de firmarmos o contrato o quanto antes, pois é um documento essencial para o custeio dos serviços que ofertamos”, o chefe do setor de regulação e avaliação em saúde do Hospital Universitário, Clark Theisen. “A proposta de contratualização que discutimos está dentro da nossa capacidade assistencial e abrange as necessidades da região”, completou o gerente de atenção à saúde do hospital, Fábio de Aguiar.

Visita técnica

Na última quarta-feira (17), uma equipe da SES, composta por profissionais dos Departamentos de Gestão da Atenção Especializada, Auditoria do SUS e da 3ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) realizou uma visita técnica aos dois hospitais, para conhecer as instalações. “Essas duas instituições são importantes prestadores da região sul do Estado. A visita técnica é fundamental para a elaboração e revisão dos contratos”, falou a especialista em saúde da SES, Claudete Nunes.

O próximo passo é o envio de um documento por parte da SES ao município e aos gestores dos hospitais com apontamentos de melhorias, como fluxo, processo de trabalho, estrutura, equipamentos e assistência.

Da Redação

Prefeitos & Governantes

LinkedIn
Share
Instagram
WhatsApp