Funasa realiza capacitação de 14 municípios

Encerrou na última sexta-feira (12/11), a III Capacitação de Técnicos Municipais”, realizada pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa), por meio da Superintendência Estadual da Funasa em Rondônia (Suest/RO), em São Francisco do Guaporé. O treinamento foi ministrado pelo servidor do Serviço de Saúde Ambiental (Sesam), Sirlei Lima, e teve como objetivo apoiar a construção do conhecimento de técnicos e líderes comunitários para montagem, operacionalização e sustentabilidade da Solução Alternativa Simplificada de Tratamento de Água com Zeólita (SALTA-z).

Workshop, que iniciou no dia 9/11, foi dividido em quatro etapas e capacitou 28 alunos de 14 municípios rondonienses e um representante do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) de Vilhena. Na ocasião, foram desenvolvidas aulas que abordaram o ciclo hidrológico, a relação da água com as doenças, as fontes de contaminação da água e outros assuntos e atividades práticas, com a montagem de uma unidade da SALTA-z.

Para Sirlei, é muito importante garantir a sustentabilidade do projeto e formar multiplicadores facilita este processo, ajudando na economia de recursos financeiros. “Capacitar dois ou três servidores e um membro da comunidade gera uma grande economia, além de garantir que as pessoas capacitadas irão tomar conta do projeto no município. E uma forma que temos para alcançar mais cidades em menor tempo é a regionalização. Nosso estado precisa, a área territorial é extensa e o saneamento é precário, até mesmo em algumas áreas urbanas”, explicou.

Os quatro dias de capacitação

Nos dois primeiros dias de treinamento, o técnico da Funasa realizou apresentações teóricas expondo as formas de abastecimento, os tipos de tratamento da água e os riscos associados ao tratamento inadequado. Além disso, também foram abordados temas voltados a operacionalização da solução, as peças necessárias e como deve ser realizada a montagem da unidade.

Já a segunda metade da capacitação marcou o início das atividades práticas, que contou com o apoio da chefe do Sesam, Joanilce Leite. Nestas etapas os participantes se deslocaram até a comunidade de Porto Murtinho para verificação do funcionamento de um filtro da SALTA-z, realizar manutenções – corretivas e preventivas – e a coleta de amostras de água para análise no laboratório da Estação de Tratamento de Água (ETA) do município.

Da Redação

Prefeitos & Governantes

LinkedIn
Share
Instagram
WhatsApp