Porto Alegre: Lançada licitação para mais quatro projetos estruturais de pontes

A prefeitura de Porto Alegre publicou na edição desta quarta-feira, 17, do Diário Oficial, edital para contratação de laudos e projetos de recuperação estrutural de mais quatro pontes da avenida Ipiranga. As estruturas de cruzamentos com a rua Silva Só e a Erico Verissimo passarão pelo estudo que contará com investimento previsto de R$ 197.727,30 e tem prazo de 90 dias para execução.

Na sexta-feira, 12, foi lançado edital semelhante para outras sete pontes dos cruzamentos da avenida Ipiranga com a Barão do Amazonas, Borges de Medeiros, Euclides da Cunha, Praia de Belas, Ramiro Barcelos, Santana e Vicente da Fontoura.

Além de ser uma exigência de norma, NBR 9452, as inspeções especiais são necessárias para se ter uma avaliação técnica estado do conservação da estrutura. A partir dessas inspeções, são estabelecidos os planos de conservação, recuperação ou reforço.

“As recuperações de pontes sempre foram uma necessidade da nossa Capital. Desde que assumimos decidimos por priorizá-las. Nosso quadro técnico, que é de excelente qualidade, vem fazendo um trabalho de acompanhamento da situação de cada um dos viadutos, pontes e passarelas de Porto Alegre”, destacou o secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Pablo Mendes Ribeiro. “Cabe ressaltar que não há risco de queda de nenhuma das sete estruturas. O que estamos fazendo é um trabalho preventivo de manutenção. Continuaremos o trabalho de vistorias e recuperações para garantir que, além dessas, nenhuma outra ponte de Porto Alegre volte a ficar no abandono”, concluiu.

Durante as vistorias, todos os elementos que compõem as pontes deverão ser obrigatoriamente inspecionados e as anomalias e falhas de manutenção deverão ser identificadas, fotografadas e mapeadas. A contratada tem que apresentar os laudos da situação atual das pontes e os projetos de recuperação estrutural de cada caso. Cada projeto trará, além dos desenhos e planos de trabalho, o orçamento e o cronograma de trabalho de cada obra.

Da Redação

Prefeitos & Governantes

LinkedIn
Share
Instagram
WhatsApp